Alemão ultrapassou Lewis Hamilton na primeira volta e não saiu mais da ponta. Com a vitória, abriu 46 pontos na ponta do campeonato e caminha para o tetra

O alemão Sebastian Vettel venceu o GP da Bélgica de Fórmula 1 neste domingo e está cada vez mais perto de faturar o tetracampeonato na categoria. O piloto da Red Bull deixou o pole position Lewis Hamilton, da Mercedes, para trás logo na primeira volta e não saiu mais da frente, cruzando a linha de chegada com tranquilidade e distante de Fernando Alonso, segundo colocado. 

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Vettel beija troféu e comemora mais uma vitória na F1
AP
Vettel beija troféu e comemora mais uma vitória na F1


Esta foi a quinta vitória de Vettel na temporada, a 31ª de sua carreira. Agora, o alemão se isola ainda mais na liderança, com 46 pontos de vantagem sobre o espanhol, que com o vice na Bélgica assumiu o segundo lugar do ranking, ultrapassando Kimi Raikkonen, da Lotus, que abandonou em Spa-Francorchamps. 

Leia mais: Vettel minimiza vantagem na liderança e diz que não queria que GP terminasse

E Alonso fez uma corrida de recuperação no circuito europeu. Ele havia começado em nono lugar e já na largada pulou para a quinta colocação. Pouco depois, era o terceiro e então acirrou uma briga com Hamilton. O piloto da Ferrari conseguiu ultrapassar na curva e o inglês depois tentou dar o troco, mas não conseguiu. No final, o espanhol ficou mesmo em segundo e o piloto da Mercedes completou completou o pódio e fechou em terceiro lugar. 

Vettel abriu vantagem e venceu o GP da Bélgica de Fórmula 1 neste domingo
Clive Mason/Getty Images
Vettel abriu vantagem e venceu o GP da Bélgica de Fórmula 1 neste domingo

Felipe Massa, que largou em 10º, teve problemas no começo da corrida. Ele comentou, após a prova, que seu painel havia apagado em alguns momentos. Ainda na pista, o brasileiro tinha comentado por rádio com a Ferrari que seu Kers não estava funcionando. Entretanto, Massa conseguiu se recuperar na segunda metade do GP belga e terminou em sétimo lugar. 

Leia mais: Massa diz que perdeu chances na largada e relata problema técnico na Bélgica

A prova não foi nada boa para o finlandês Kimi Raikkonen. Na volta 27 ele teve problemas nos freios e abandonou. Com isso, viu Alonso assumir o segundo lugar no campeonato e ainda foi ultrapassado por Hamilton na classificação, caindo para quarto lugar. 

A Fórmula 1 volta a partir do dia 6 de setembro, com os treinos para do GP de Monza, na Itália. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.