Piloto morre em acidente de kart no interior de PE; organização culpa destino

Por iG São Paulo | - Atualizada às

Texto

Competidor de 32 anos perdeu controle de seu veículo e bateu a cabeça em um poste; perfil oficial da prova no Facebook falou em Deus para justificar tragédia

Reprodução
Organização de prova em Pernambuco cita Deus para justificar acidente

Um piloto de 32 anos morreu no último domingo em um acidente durante prova de kart em um circuito de rua em Carpina, no interior de Pernambuco. A organização da prova, porém, falou em fatalidade e citou até Deus para justificar a tragédia.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O nome do corredor era Fernando Lopes. Ele perdeu o controle de seu kart para desviar de outro veículo que estava parado na pista. Após ir em direção da barreira de pneus que serve de proteção, o piloto decolou e bateu com a cabeça em um poste.

“É uma fatalidade. Poderia acontecer com qualquer um em qualquer lugar e até na Fórmula 1 acontece esse tipo de coisa. Ninguém é profissional o suficiente que não possa sofrer um acidente um dia. Estamos aptos para realizar esse evento. Temos alvará licenciado, estrutura profissional. Agora, em todo lugar tem fatalidade. Lamentamos muito”, afirmou o organizador da prova, identificado apenas como Diego.

Já o responsável pelo perfil oficial do evento no Facebook, sem identificação, atribuiu a morte de Lopes a questões divinas.

“(…) Sei que fizemos o máximo para a realização deste grande evento, mais Deus marcou um encontro com nosso piloto. Só nos resta lembrar que Ele é soberano e faz como quer. O que aconteceu no dia de ontem já estava nas Escrituras Sagradas. E critiquem quem quiser. Não cai uma folha sem a permissão de Deus”, diz a publicação.

A corrida foi quarta etapa da Copa Interiorana de Kart.


Leia tudo sobre: kartacidente
Texto

notícias relacionadas