Brasileiro estava na ponta quando, a três voltas do final, bandeira amarela foi acionada. Emerson venceu da mesma forma em 1989

Tony Kanaan se tornou o quarto brasileiro a vencer as 500 milhas de Indianapolis
Getty Images
Tony Kanaan se tornou o quarto brasileiro a vencer as 500 milhas de Indianapolis

Tony Kanaan é o grande vencedor da edição 2013 das 500 milhas de Indianapolis. Neste domingo, o brasileiro, a exemplo de Emerson Fittipalde em 1989, se aproveitou de uma bandeira amarela a três voltas do final da prova para triunfar. É a primeira vez que o piloto vence a mais tradicional prova do automobilismo norte-americano.

LEIA: Na F1, Rosberg domina e vence em Mônaco; Massa volta a bater forte e abandona

Antes de Kanaan, outros três brasileiros já haviam vencido em Indianapolis. Fittipaldi, além de 1989, ganhou em 1993. Gil de Ferran levou a melhor em 2003. Já Helio Castroneves tem três anéis de campeão: 2001, 2002 e 2009. Neste ano o piloto da Penske terminou em sexto.

Carlos Munoz e Ryan Hunter-Heay completam o pódio das 500 milhas. Outra representante do Brasil na prova, Bia Figueiredo foi a 15ª colocada.

Vitória nos metros finais
A prova estava paralizada por bandeira amarela faltando quatro voltas para o fim. Kanaan era ocupava o segundo lugar no momento da relargada e partiu para cima de Ryan Hunter-Reay. O brasileiro disparou e conseguiu assumir a ponta.

Para melhorar, o piloto da KV não teve trabalho algum para administrar a liderança. Isso porque Dario Franchitti bateu logo na volta seguinte e provocou nova bandeira amarela. Assim, com as ultrapassagens proibidas, Kanaan seguiu tranquilo para a vitória.

RESULTADO DAS 500 MILHAS DE INDIANAPOLIS 2013
1. Tony Kanaan 200 voltas
2. Carlos Munoz a 0s1159
3. Ryan Hunter-Reay a 0s2480
4. Marco Andretti a 0s3634
5. Justin Wilson a 0s8138
6. Helio Castroneves a 3s0086
7. AJ Allmendiger a 4s0107
8. Simon Pagenaud a 4s2609
9. Charlie Kimball a 5s6864
10. Ed Carpenter a 6s8425
15. Bia Figueiredo a 12s2657


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.