Pirelli ameaça deixar Fórmula 1 se não houver renovação de contrato em breve

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Em Mônaco, diretor da fornecedora de pneus da categoria quer novo vínculo o mais cedo possível para começar seus projetos para 2014

Reuters

Vladimir Rys/Getty Images
Pirelli é a única fornecedora de pneus da Fórmula 1 atualmente

A fornecedora de pneus da Fórmula 1 Pirelli advertiu as equipes nesta quinta-feira que vai deixar a categoria no fim da temporada se um novo contrato a partir de 2014 não for acordado em breve.

O diretor de automobilismo, Paul Hembery, não escondeu sua impaciência ao afirmar a repórteres no Grande Prêmio de Mônaco que o tempo está se esgotando para que a empresa italiana projete e teste os pneus adequados para as regras de 2014, que serão radicalmente diferentes.

"Aparentemente em 1º de setembro precisamos dizer a elas (equipes) tudo o que elas precisam saber sobre os pneus para a próxima temporada. Estamos agora em meados de maio, então vocês podem imaginar o quão ridículo é isto, uma vez que não temos ainda os contratos em vigor", disse Hembery. "Então, talvez não estaremos aqui de qualquer maneira."

Questionado sobre o quanto seriamente a Pirelli estava considerando deixar a F1, o britânico acrescentou: "Em um certo momento alguém tem que tomar uma decisão."

"As coisas vão ficar, pelo que podemos ver, extremamente graves, porque as mudanças no próximo ano são tão substanciais que o esporte tem que tomar uma decisão rápida."

A Fórmula 1 está mudando para um novo motor turbo de 1,6 litro V6 com sistemas de recuperação de energia na próxima temporada, e os pneus também terão que mudar para lidar com as características da nova unidade.

Leia tudo sobre: fórmula 1pirelligp de mônaco

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas