Japonês revelou que tricampeão mundial, cuja morte completou 19 anos na última quarta-feira, foi uma grande influência para que ele entrasse no automobilismo

O japonês Takuma Sato aproveitou a etapa brasileira da Fórmula Indy para visitar o túmulo de Ayrton Senna no cemitério do Morumby, em São Paulo. O piloto da AJ Foyt revelou que o tricampeão mundial de Fórmula 1, cuja morte completou 19 anos na última quarta-feira, sempre foi seu herói e influência para entrar no automobilismo.

“Nunca o conheci pessoalmente. Ele é apenas meu herói”, disse Sato, que garantiu se lembrar da primeira corrida que assistiu de Senna, ao iG Esporte .

LEIA: Sato compara Indy e F1: "Aqui todos têm chance de vencer"

“Sempre segui sua carreira. A primeira vez que o vi foi em 1987, no GP do Japão, em Suzuka, eu era um garoto de 10 anos de idade. Ele largou em sétimo e terminou em segundo. Aquele foi o dia em que a Fórmula 1 me pegou. Senna se tornou meu heroi”, continuou o japonês. Na época o tricampeão ainda competia pela Lotus.

Takuma Sato disse que Ayrton Senna foi uma inspiração para sua carreira
Vinicius Branca/Fotoarena
Takuma Sato disse que Ayrton Senna foi uma inspiração para sua carreira

Esta foi a segunda visita de Sato ao túmulo do brasileiro. A outra foi em 2002, quando correu em São Paulo pela primeira vez. Atuando pela Jordan em sua temporada de estreia na F1, terminou em nono.

MAIS: Rubinho diz que deixou Indy por falta de patrocínio: 'Não ia pagar para correr'

A influência de Senna sobre o japonês foi tanta que o piloto decidiu seguir os passos do tricampeão para iniciar sua carreira.

“Depois que terminei os estudos no Japão, fui para o Reino Unido e corri na Fórmula 3 britânica antes da F1”, revelou Sato, que explicou porque o brasileiro é tão idolatrado do outro lado do mundo. “Ele amava tanto o Japão quanto o Brasil. Era uma pessoa muito boa e muito ligado à Honda, é claro. Sua velocidade, comprometimento e atitude quando corria era algo que realmente amávamos”.

Sato foi o vencedor da última etapa da Indy, em Long Beach, e chega a São Paulo como vice-líder do campeonato, com 93 pontos. Helio Castroneves, com 99, está em primeiro.

Túmulo de Ayrton Senna no cemitério do Morumby, em São Paulo
Mike Hewitt/Getty Images
Túmulo de Ayrton Senna no cemitério do Morumby, em São Paulo


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.