Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Terreno de futuro autódromo do Rio de Janeiro pode ter minas não detonadas

Local foi usado por treinamento militar e vai precisar passar por descontaminação antes de que as obras sejam feitas

iG São Paulo |

O terreno que foi destinado para a construção do novo autódromo de Deodoro, no Rio de Janeiro, está sob ameaças. De acordo com o jornal O Globo, o local foi campo de instrução militar por mais de 60 anos e pode contar com minas terrestres não detonadas.

Leia também: Button lidera dobradinha da McLaren no primeiro treino livre em Hockenheim

De acordo com o jornal, o Exército confirmou que a área serviu como base militar e foi usada em treinos que continham minas terrestres, que podem não ter sido detonadas. O local vai precisar passar por uma descontaminação antes que as obras comecem a ser realizadas.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O autódromo de Deodoro foi projetado para a substituição de Jacarepaguá, que começa seu processo de demolição para a construção do Parque Olímpico para 2016. Caso a liberação da área de Deodoro demore, o Rio de Janeiro corre o risco de ficar sem um autódromo até que a situação seja resolvida.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG