Piloto sofreu duas pardas cardíacas na noite de sexta-feira e não resistiu

Renan Alves, piloto de motovelocidade de 32 anos, morreu na noite dessa sexta-feira (13) após sofrer duas paradas cardíacas em Araraquara. Renan tinha sofrido um grave acidente em julho do ano passado durante uma etapa da Moto 1000 GP em Interlagos e ainda sofria com sequelas que surgiram por conta da batida.

Leia também: Dani Pedrosa conquista pole position no GP da Itália de MotoGP

No dia de 10 de julho de 2011, após um acidente durante treino da categoria, Renan sofreu uma parada cardíaca ainda na pista, ficou mais de 30 dias em coma e dois meses na UTI antes de receber alta médica.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Apesar de deixar o hospital, o acidente deixou graves sequelas no piloto, como perda de memória, problemas de locomoção e uma doença chamada miositose calcificante, que ocasiona calcificação dos músculos.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

De acordo com o portal K3 , de Araraquara, a mãe do piloto afirmou que ele já não se sentia bem desde quinta-feira e, depois de ser levado ao hospital na sexta-feira, entrou em coma e sofreu duas paradas cardíacas. Na segunda, os médicos não conseguiram reanimá-lo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.