Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Americana tropeça no Mogi e cai para a oitava posição

Com as vitórias de Oeste e Ponte Preta, o Americana, que se manteve com 16 pontos, perdeu duas posições

Gazeta |

O técnico Edinho Nazareth havia avisado ao longo da semana que o Mogi Mirim era um adversário forte, apesar da má colocação na tabela do Campeonato Paulista. Neste sábado, o Americana confirmou da pior forma a tese de seu treinador. Atuando no Estádio Décio Vitta, a equipe foi derrotada pelo Sapão por 1 a 0, com gol de Roberto Jacaré, e desperdiçou a oportunidade de encostar nos líderes do Estadual.

Com as vitórias de Oeste e Ponte Preta na rodada, o Americana, que se manteve com 16 pontos, perdeu duas posições, caindo para a oitava colocação e ficando no limite da zona de classificação para as quartas de final. Já o Mogi, que se destacou pela força do setor defensivo, conseguiu a sua terceira vitória na competição, foi aos 12 pontos e se afastou da zona de rebaixamento.

Apesar de pressionado nos primeiros minutos, o Mogi Mirim conseguiu o seu gol muito cedo na partida. Aos 15 minutos, Denilson fez boa jogada pela direita e cruzou para Roberto Jacaré, livre na segunda trave, concluir para as redes.

Com o gol sofrido, o Americana se assustou em campo e não teve nenhuma chance de perigo no resto do primeiro tempo. Se aproveitando da situação, o Mogi teve pelo menos duas oportunidades para aumentar o placar, ambas com Roberto Jacaré.

Na segunda etapa, o Mogi assumiu definitivamente uma postura defensiva e esperou o Americana em seu campo defensivo. Com isso, o time da casa passou a ter amplo domínio da posse de bola. Aos 24 minutos, o veterano atacante Fumagalli recebeu cruzamento da esquerda e levou perigo ao Mogi, mas a cabeçada acabou indo para fora.

Para piorar a pressão sofrida, o Mogi teve um jogador expulso aos 35 minutos, quando Cleidson derrubou Kassio na intermediária e recebeu o segundo cartão amarelo.

Mesmo com a superioridade numérica, o Americana continuou com dificuldades e manteve a aposta na pressão ofensiva. Aos 46 minutos, na última oportunidade da partida, Fumagalli acertou cabeçada após cobrança de escanteio, mas o goleiro Fernando garantiu a vitória do Mogi ao defender em cima da linha.

Leia tudo sobre: mogi mirimamericanacampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG