Tamanho do texto

Apesar de ter deixado o último treino, atacante não ter nenhuma problema e fica à disposição para domingo. Meia Rodriguinho está com dores nas costas e virou dúvida

Depois de deixar o treino da tarde de quarta-feira mais cedo devido a dores nas costas, Hernán Barcos não participou do trabalho da manhã desta quinta, realizado no campo suplementar do Olímpico. Ainda assim, a notícia é boa: o argentino não treinou para fazer exames, os quais não apontaram lesão. Assim, deve atuar pelo Grêmio na partida de domingo, contra o Criciúma, na Arena.

Barcos não apresentou nenhuma lesão e vai para o jogo
Luciano Leon/RAW IMAGE
Barcos não apresentou nenhuma lesão e vai para o jogo

Quem virou dúvida é o meia Rodriguinho, curiosamente com o mesmo problema de Barcos: dores nas costas. O articulador deixou o treino mais cedo e também deve passar por exames para saber se terá condições de atuar no final de semana. Riveros e Alán Ruiz, com problemas musculares, não treinaram novamente. O paraguaio, porém, deve voltar aos treinos pela tarde.

O técnico Luiz Felipe Scolari ainda não definiu qual será o time que enfrentará o Criciúma. O certo é que Pará, suspenso, não joga. Nomes como Fernandinho e Matías Rodríguez podem receber uma chance de iniciar a partida.

Saídas: a pedido de Felipão, o Grêmio deve reduzir o seu elenco dos atuais 36 para no máximo 30 jogadores. Algumas saídas estão bem encaminhadas. O uruguaio Maxi Rodríguez deve ser o primeiro a deixar o clube - o Vasco tem interesse em contratá-lo por empréstimo, até dezembro. O zagueiro Werley está na mira do Cagliari, segundo o jornal italiano Casteddu, da própria cidade de Cagliari, e também pode sair da Arena nas próximas semanas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.