Clássico decide estadual pela quinta vez nos últimos sete anos. Primeiro jogo acontece no Serra Dourada

Dois principais clubes goianos nos últimos anos, Goiás e Atlético-GO voltam a fazer a final estadual, fato que já aconteceu em cinco das sete edições anteriores. Líderes durante a primeira fase, os dois times disputam a primeira partida da decisão às 16h (de Brasília) deste domingo, no Serra Dourada.

Goiás venceu o Aparecidense na semifinal e se classificou para a decisão do Goiano
Renato Conde/O Popular/Futura Press
Goiás venceu o Aparecidense na semifinal e se classificou para a decisão do Goiano

O estádio será o palco das duas partidas da final. No entanto, o mandante do primeiro jogo é o Dragão, já que o Goiás fez melhor campanha durante a primeira fase do estadual e tem o direito de decidir o título "em casa", no caso com o maior número de torcedores. Além disso, o Esmeraldino tem a vantagem de ficar com o troféu em caso de empate no placar geral.

Mesmo com a vantagem, o Goiás sabe que não terá vida fácil diante do rival. Na primeira fase, o Atlético-GO foi o único time que conseguiu não ser derrotado pelo Verdão - em dois jogos, foram dois empates, em 2 a 2 e 1 a 1.

"Na fase anterior a gente passou pela Aparecidense, mas perdemos o primeiro jogo e só fomos buscar a classificação na segunda partida. Não podemos correr esse risco diante do Atlético-GO, pois é uma final, é um grande adversário também. Vamos buscar o resultado no primeiro jogo, sempre lembrando que fizemos partidas muito equilibradas na primeira fase", analisa o meia Ramon.

Nos treinamentos desta semana, o técnico Enderson Moreira repetiu a tática utilizada contra o Aparecidense e manteve as atividades de quinta e sexta-feira fechadas para imprensa e torcedores.

Reforçado pelo goleiro Harlei, que recuperou-se da lesão sofrida na partida contra o Santo André na Copa do Brasil que o tirou da segunda semifinal contra o Aparecidense, o treinador não sabe se poderá utilizar o volante Dudu Cearense, que não treinou em dois dias por conta de desconforto na coxa.

Do outro lado, Waldemar Lemos aposta em estratégia totalmente diferente e não esconde a provável escalação que entra em campo neste domingo. Apesar dos retornos do meia João Paulo e do atacante Pipico, o treinador não poderá contar com o zagueiro Arthur, que sofreu tendinite na coxa no duelo contra o Cianorte (PR), pela Copa do Brasil.

Presença certa entre os titulares, o volante Dodó ironiza os treinos fechados do rival. "Temos que entrar ligados desde o primeiro tempo, não vacilar no segundo tempo como já aconteceu e, assim, buscar a vitória. É um momento de alegria para cada um, não adianta fechar o portão porque todos já sabem como a gente joga. Eles que tem dúvida de como vão jogar", dispara. FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO X GOIÁS

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 12 de maio de 2013 (domingo)
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: André Luiz Castro Cristhian Passos e Bruno Pires
Assistentes: Cristhian Passos e Bruno Pires

ATLÉTICO-GO: Márcio, John Lennon, Ednei, Diego Giaretta e Leonardo; Dodó, Ernandes, Róbston e João Paulo; Pipico e Ricardo Jesus
Técnico: Waldemar Lemos

GOIÁS: Renan; Ernando, Rodrigo, Valmir Lucas; Vítor, Amaral, Thiago Mendes, Ramon, Eduardo Sasha e William Matheus; Walter
Técnico: Enderson Moreira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.