Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

ATP anuncia que não aumentará punição a Nalbandian

Argentino lesionou um juiz de linha ao chutar uma placa publicitária em um momento de fúria em partida diante do croata Marin Cilic

Agência Estado |

Agência Estado

A Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) anunciou neste domingo que não irá mais aplicar nenhuma punição disciplinar contra David Nalbandian, que há uma semana foi desqualificado durante a final do Torneio de Queen's após lesionar um juiz de linha ao chutar uma placa publicitária em um momento de fúria durante o confronto diante do croata Marin Cilic.

Getty Images
Nalbandian confere o machucado na perna do árbitro atingido com seu chute

Além de ter sido desqualificado daquela decisão, o tenista argentino recebeu uma multa de aproximadamente US$ 70 mil e teve descontados 150 pontos no ranking da ATP por conduta antidesportiva.

Veja também: Thomaz Bellucci estreia em Wimbledon contra Rafael Nadal

"Após rever o incidente, a ATP determinou que, embora as ações de David tenham sido inaceitáveis e sob as regras da ATP justifiquem uma punição automática, o prejuízo ao juiz de linha não foi intencional.

Desta forma, foi decidido que as sanções já aplicadas contra David são suficientes", informou, por meio de um comunicado, a entidade que controla o tênis profissional mundial. No domingo passado, Nalbandian acabou ferindo uma das pernas do juiz de linha ao chutar uma placa publicitária durante a final que disputava contra Cilic.

Leia mais sobre tênis no iG Esporte

No sétimo game do segundo set, após vencer o primeiro por 7/6, o tenista argentino se descontrolou após ter o seu saque quebrado. O descontrole custou caro, pois com a sua desqualificação ele deu o título em Queen's de presente para o rival croata.

A polícia britânica chegou a abrir, na última segunda-feira, uma investigação em razão de uma queixa de agressão de Nalbandian. Qualquer pessoa que assistiu ao jogo na quadra ou pela televisão pode ter feito a queixa, assim como o próprio juiz de linha.

Leia tudo sobre: WinbledonNalbandian

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG