Técnico da França diz que jogadores acusaram colegas de corpo mole no último jogo da fase de grupo

EFE

Blanc dirige a França na Euro 2012
AP
Blanc dirige a França na Euro 2012

O técnico da França, Laurent Blanc, reconheceu nesta quarta-feira que houve discussões mais ásperas no vestiário após a derrota na terça para a Suécia por 2 a 0, na última partida da fase de classificação da Euro 2012 . "A coisa ficou quente, mas tudo esfriou com uma boa ducha. Houve tensão porque alguns jogadores tinham a sensação de que nem todos tinham dado o que poderiam dar", revelou Blanc.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

O treinador francês se mostrou a favor de que seus jogadores conversem entre si e resolvam todos os problemas da equipe. "Quando ocorrem problemas, é preciso conversar, e isso não deve ser feito apenas pela comissão técnica. Os jogadores devem se falar, isso pode ser construtivo e demonstra que há uma reação, uma ação e um pouco de tensão. Espero que tudo isso seja esquecido contra a Espanha", acrescentou.

Leia ainda: França perde para a Suécia e entra no caminho da Espanha

Derrotada por 2 a 0 pela Suécia, que já entrou em campo eliminada na terça-feira, a França ficou com o segundo lugar do grupo D da Euro e enfrentará nas quartas de final a Espanha, atual campeã europeia e mundial. A partida está marcada para o próximo sábado, em Donetsk.

Veja mais: Primeira fase da Euro supera tabu que já durava 24 anos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.