Guardiola joga a toalha e parabeniza Real Madrid por título espanhol

Treinador elogia seus jogadores, mas admite que diferença de pontos ficou grande demais para ser revertida na reta final

Gazeta |

O título do Campeonato Espanhol já não é mais um objetivo de Josep Guardiola nesta temporada. Após ver o Barcelona ser derrotado por 2 a 1 pelo Real Madrid neste sábado, o treinador afirmou que o troféu da competição nacional já tem dono.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Quero parabenizar o Real Madrid pela vitória e pelo Espanhol que ganhará. Perdemos algumas bolas no início, mas temos que levar em conta a importância da partida. Diminuímos o ritmo depois do primeiro gol, apesar das chances que tivemos para empatar antes do intervalo. Depois, saímos com outra atitude. Acho que fizemos um bom jogo e eles não nos ofereceram muito perigo", analisou.

Confira a classificação e a tabela de jogos do Campeonato Espanhol

Guardiola, que optou por mandar sua equipe a campo com o 3-4-3, destacou o trabalho realizado por Tello e Daniel Alves nas laterais do campo, mesmo que não tenha sido suficiente para triunfar diante dos comandados de José Mourinho.

"Abrimos bem o campo com Tello e Alves, mas ainda faltou algo. Criamos mais chances de gol que em outros dias, mas jogamos muitas partidas desde agosto. Não sinto que fomos inferiores ao Real Madrid , tirando os últimos cinco ou sete minutos. Levamos o embate ao ponto que queríamos", explicou.

Além disso, o técnico do Barcelona comentou sobre a opção de tirar Fábregas da equipe titular. Segundo Guardiola, não é possível saber se foi um erro ou não.

Veja ainda: Messi e Daniel Alves se envolvem em confusão após derrota na Liga

"Talvez eu tenha errado ao tirá-lo. Quem sabe? Não terei muita razão, já que fui derrotado. Mas Tello fez uma partida fantástica ofensivamente e defensivamente, criando ocasiões. Jogamos com um time muito jovem, e isso é uma boa notícia", afirmou o treinador, que ainda comentou sobre o posicionamento de Messi. "Jogou onde sempre joga", completou.

Por último, Guardiola disse que não acredita que o fracasso neste sábado atrapalhará o desempenho da equipe contra o Chelsea , nesta terça-feira, em confronto válido pelas semifinais da Liga dos Campeões. "Acho que irão superar. Não acredito que tenhamos pouca força. Atuaremos do melhor jeito. Este grupo passou por muitas situações como essa e soube se levantar", encerrou.

    Leia tudo sobre: real madridbarcelonajosep guardiolatítulofábregasespanhafutebol mundial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG